Tristeza de aniversário.

Tristeza de aniversário.

Alguma vez no dia do seu aniversário, em um momento de reflexão, você já se sentiu triste? Ou até mesmo suas expectativas te fizeram sentir uma tristeza pré ou pós aniversário?

Se sua resposta foi sim, saiba que você pode fazer parte de um dos dois grupos de pessoas:

De um lado, estão as pessoas que adoram fazer aniversário e aproveitam cada minuto do seu dia para celebrar, do outro, estão os que tiram o dia para reclusão e a única coisa que pedem é que o dia acabe rápido, sem ter de ouvir muitas felicitações.

Ainda que você esteja em um dos grupos, é inevitável que você conheça pelo menos alguém que se identifique com um caso ou outro. Entretanto, ambos os grupos de pessoas são propensos a sentirem a tristeza de aniversário.

Deixe-me explicar…

Embora muita gente goste de fazer aniversário e comemorar uma versão nova de si mesmo, existe também quem passe o dia do aniversário com um sorriso no rosto por fora, se sentindo triste por dentro. Muitas pessoas fazem isso para manter a fachada de que eles estão felizes, já os mais solitários escondem-se atrás do seu trabalho.

Mas…

Quando as distrações acabam e essas pessoas ficam sozinhas, os pensamentos disfuncionais sobre diversos aspectos da vida aparecem e a tristeza toma conta da pessoa.

Causas da tristeza de aniversário.

Ligação do calendário às normas sociais.
Todos nós somos orientados pelo calendário e pelas normas sociais ligados a ele. A partir do momento que você nasce, você é estimulado por diferentes fases da vida ligadas a idade. Essas fases são seguidas por gerações como uma forma lógica de estipular o que é biologicamente apropriado a cada individuo.

Se por algum motivo, você, ao longo da vida, percebe que outras pessoas conseguiram aquilo que você não tem, seu aniversário vira uma grande epifania e você sempre chega a conclusão que falhou em algo, especialmente consigo próprio. Isso sobrecarrega diretamente seus pensamentos e você tem a sensação de que seu mundo vai desmoronar ao seu redor e, principalmente, da sua idade. Esta é a tristeza de aniversário.

A idade rege boa parte de nossa vida.
Sejamos sinceros, a idade rege, em geral, boa parte de nossas vidas. Por exemplo, temos idade certa para entrar na pré-escola e para tirar a carteira de motorista. Idade mínima para consumo de bebidas alcoólicas, para aposentadoria ou para ter um lugar preferencial no transporte publico.  Se você conseguiu a maioria dos objetivos da sua vida de acordo com a idade definida, isso é um feito invejado por muitos, caso contrário, não se sinta triste ou frustrado, não há nada de extraordinário ou pior.

Idoso com tristeza de aniversário.

Expectativas intermináveis.
As expectativas são intermináveis. Você não só acaba esperando mais do mesmo, mas também das pessoas ao seu redor. Essas expectativas vão se acumulando com a ideia pré-concebida de que temos que ter um aniversário perfeito. Para piorar as coisas, existe mais de um tipo de expectativa que nos tormenta.

  • Expectativas de vida. Por exemplo, aonde você deveria estar na sua idade, coisas que você deveria ter realizado ou conquistado, etc.
  • Expectativas de aniversário. Por exemplo, você acaba nutrindo uma expectativa para que a festa seja do seu jeito. Ai vem a expectativa de receber certos presentes, a expectativa de ser lembrado pela família, amigos, etc…,  ou cria a expectativa que a pessoa de quem você gosta, irá fazer você se sentir especial, pelo menos, por um dia.

Stress é inevitável.
O stress é uma parte inevitável da vida que simplesmente não pode ser ignorada, seja ele relacionado ao seu trabalho, família, saúde, etc. Um simples dia de aniversário que seja “apenas” o dia em que você nasceu, está sobrecarregado com o imenso stresse de ser perfeito.

Memórias e recordações podem afetar seu estado psicológico.
Nós muitas vezes nos encontramos vivendo no passado, sob a forma de memórias. Estas memórias desempenham um papel crucial para mudar o humor de qualquer pessoa.

Recordando um grande aniversário que você teve quando era criança pode fazer com que você se sinta feliz ou triste. Mas, algo traumático que você enfrentou quando criança em seu aniversário poderá afetar também o seu estado de espírito.

Sonhos desfeitos ou não cumpridos também desempenham um papel muito importante.

Esperar o reconhecimento da família ou dos amigos pode te deixar triste.
A família e amigos, intencionalmente ou não intencionalmente lembram você de alimentar a sua ansiedade pré-existente.

Se você é casado ou está em um relacionamento com ou sem filhos, você gostaria que eles reconhecessem tudo o que você tem feito, para que você se sinta especial, principalmente no dia do seu aniversário.

Se você tem bons amigos, gostaria que todos lembrassem de te mandar um whatsapp ou uma mensagem no facebook desejando Parabéns. Quando isso não ocorre como esperado, a tristeza do aniversário aparece.

Homem com Tristeza de aniversário.

Como lidar com a tristeza de aniversário.

5 minutos para lamentar.
Vamos enfrentar a realidade, a vida não é perfeita para ninguém, então apenas por uma vez, só por um tempo máximo de 5 minutos, você pode chorar. Lamente sobre sua idade, realizações, angustia, sofrimento, a família, como a vida é injusta, etc.

Chore se você precisar e coloque tudo para fora. Isso ajudará você a ter uma perspectiva mais clara e fazer você se sentir melhor. Uma vez feito isso, siga em frente com o resto do seu dia.

Baixe as suas expectativas.
Esta é provavelmente a parte mais difícil… Entretanto, reduzir as suas expectativas, especialmente quando se trata de outros, vai aliviar a você e a eles do stress e da decepção.

Se você não esperar nada de ninguém, você nunca ficará decepcionado.

Seja grato por tudo o que tem.
Um aniversário não é apenas uma data que comemora o fim de um ciclo e o inicio de outro. É também um tempo para olhar ao seu redor e ser grato por tudo o que você tem e celebrar a sua vida.

Faça uma lista de tudo que você tem; isso irá ajudá-lo a perceber como você é  afortunado. Seja grato por isso, pois isso vai ajudá-lo a superar a sua tristeza de aniversário, reduzindo o stress, ansiedade e irritação.

Aprenda a tornar-se feliz.
Se você não pode alcançar certas expectativas definidas por você, então como você pode esperar o mesmo de outra pessoa?

Aprenda a tornar-se feliz, e se você quiser algumas flores ou algo assim, compre você mesmo. Não espere que alguém comprar para você.

Comece com pequenos atos de auto-interesse. Faça algo pequeno e tolo que você gosta só para si. Por exemplo, tomar um sorvete, comprar algo para você mesmo, ir ao restaurante que você gosta, ir para um dia de spa, etc. Faça algo que vai realmente fazer com que você e só você se sinta feliz, e livre de culpa.

Um amigo meu chamado Tiago, por exemplo, no dia do seu aniversário, escreve cartas para ele mesmo que são lidas só no seu aniversário seguinte.

Mulher com balões.

Mantenha-se Ocupado.
Você provavelmente já ouviu o ditado, uma mente vazia é oficina do diabo. Bem, você entendeu a dica?

Mantenha-se ocupado com algo que você gosta de fazer. Se seu aniversário cai em um dia que você trabalha, assim que sair do trabalho, procure fazer algo que goste como ler um livro, navegar na Internet, ler um jornal, brincar com seu animal de estimação ou com uma criança, falar com velhos amigos, fazer uma caminhada, nadar, cozinhar, aprender alguma coisa nova no youtube, escrever, etc.

Basta fazer algo! Qualquer coisa, contanto que você faça algo que goste para se manter distraído.

Faça uma lista anual.
Faça uma lista de todas as coisas ​​que faria você feliz e busque realizá-las. Risque cada item que você realizar ao longo do ano. Quando você realizar a maioria das coisas da sua lista, você vai se sentir bem e talvez não se sinta tão triste no próximo aniversário.

Não se debruce tanto sobre os problemas! 
Tente não pensar sobre as falhas e erros que você já cometeu. Em vez disso, celebre como isso uma lição de vida. Aprenda a ver o copo meio vazio, mas não como a metade vazia cheia com ar e sim com mais espaço para ser preenchido. Cada dia é um novo começo, para comer mais um pedaço de bolo ou para recomeçar. Desfrute do seu aniversário, diga a todos que você ama que você os ama e esqueça o resto. 

p.s.: A todos os que estiverem a lendo esse artigo e que, assim como eu, fazem aniversário hoje…

Feliz aniversário.

Sobre o autor:

Paulo Alencar é psicólogo Cognitivo Comportamental (CRP 06/137862), tem Formação em Terapia Comportamental Cognitiva em Saúde Mental, pelo Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP). É pós-graduando em Terapia Cognitivo Comportamental pelo ITC – Instituto de Terapia Cognitiva. Realiza atendimento clínico presencial e online para adolescentes, adultos, idosos e LGBTQIA+. Seu consultório se localiza na Rua Manuel da Nóbrega, 354 em São Paulo, próximo ao metrô Brigadeiro. Possui interesse em música brasileira / flashback, cinema, parques, esportes radicais e tecnologia. Contato: (11) 99735-1268, e-mailSitefacebookInstagramLinkedin

Tags: | | | | | | | | | | | | | | | | | |