Tristeza de Natal.

Tristeza de Natal.

O natal é um período considerado de alegria onde partilhamos afetos através do gestos simbólicos dos presentes e no prazer de se estar próximo daqueles que amamos. É o período do ano onde comemos pratos tradicionais e organizamos a visita do bom velhinho com os mais pequenos.

Entretanto, para muitas pessoas, essa pode ser uma época muito triste, que pode chegar acompanhada por sentimentos de tristeza, solidão, desamparo e desânimo. Essa condição é chamada “Tristeza de natal.” 

A tristeza em épocas festivas como o final do ano é mais comum do que se imagina. O natal e os encontros de família podem se transformar em momento tristes e difíceis de suportar, especialmente se a pessoa está passando por alguma dificuldade financeira, pessoal ou principalmente se ainda está vivenciando a experiência de um luto. Por esse motivo, devemos estar atentos especialmente aos idosos que necessitam de maior atenção.

Geralmente a tristeza de natal tem uma duração breve, ela pode durar alguns dias, algumas semanas e em muitos casos termina quando as festas acabam e a pessoa retoma sua rotina.

É muito importante perceber quais os possíveis motivos que levam a pessoa a sentir a tristeza de natal. Existem alguns fatores que contribuem para essa tristeza:

  • Dificuldades financeiras;
  • Expectativas não realizadas;
  • Dificuldade em estar com a família;
  • Lembranças de celebrações passadas;
  • Pressão social para o consumo excessivo;
  • Mudança de rotina;
  • Distância dos filhos.
  • Falta de um ente querido já falecido;

Sintomas mais comuns da tristeza de natal:

  • Dor de cabeça;
  • Incapacidade de dormir ou dormir muito;
  • Mudanças de apetite;
  • Agitação ou ansiedade;
  • Sentimento de culpa excessivo;
  • Diminuição da capacidade de concentração;
  • Diminuição do interesse em atividades que normalmente dão prazer.

Dicas para minimizar a tristeza de natal.

  • Minimizar as expectativas e transformar o natal em uma “festividade normal”;
  • Ter um programa organizado para esse período de festas;
  • Não formular propósitos de mudanças muito radicais para o Ano Novo;
  • Praticar uma atividade física ao ar livre;
  • Exercitar o pensamento positivo;
  • Estar com pessoas;
  • Não beber álcool em excesso;
  • Não exagerar com a comida;
  • Não ficar lamentando o passado e criar pequenos propósitos para o futuro.

Se ainda assim, você se sentir a tristeza de natal, existe outra possibilidade: Construir um novo natal. De fato, nenhum natal será como o anterior, mas você pode, junto com a sua família ou amigos, pensar em novas formas de celebrar este e os outros natais.

Mantenha os hábitos que lhe ajudam neste processo, descarte o que te prejudica e crie novas formas de viver estes momentos festivos.

Se você fica triste por alguém que já partiu, procure uma forma simbólica de recordar a pessoa falecida nestes momentos festivos. Tente criar uma maneira, ou um espaço/tempo específico para relembrar a pessoa que se foi. Tente que todos os que queiram participem neste momento, principalmente as crianças. Se algum membro se emocionar, simplesmente demonstre afeto e não permita que ninguém se isole nem que interrompa a emoção que surgir.

Acima de tudo, o mais importante é ter ciência que estar triste ou saudoso é algo normal, particularmente na época de natal. Não deixe de viver novos natais pela lembrança do que já passou. Sentir-se triste é algo normal, o que você faz com essa tristeza é o que importa.

Tags: | | | | | | | | | | | | | | | | | | | |